segunda-feira, 29 de junho de 2009

SAMU DE JARAGUÁ INFORMA !!!

UTILIDADE PÚBLICA IMPORTANTE!!!


As ambulâncias e emergências médicas perceberam que muitas vezes nos acidentes da estrada os feridos têm um celular consigo.

No entanto, na hora de intervir com estes doentes, não sabem qual a pessoa a contactar na longa lista de telefones existentes no celular do acidentado.

Para tal, o SAMU lança a ideia de que todas as pessoas acrescentem na sua longa lista de contatos o NUMERO DA PESSOA a contactar em caso de emergência.

Tal deverá ser feito da seguinte forma:
'AA Emergencia' (as letras AA são para que apareça sempre este contacto em primeiro lugar na lista de contatos).

É simples, não custa nada e pode ajudar muito ao SAMU ou quem nos acuda.

2 comentários:

  1. Ótima ideia. E que sirva de aviso para aqueles que costumam bloquear a lista de contatos também!

    ResponderExcluir
  2. Prezado Blogueiro,

    Não há nenhuma orientação por parte do Ministério da Saúde de que as pessoas disponibilizem em seus aparelhos celulares contatos de pessoas ou parentes que devam ser acionadas em caso de emergência.

    A ligação é atendida por técnicos na Central de Regulação Médica que identificam a urgência e, imediatamente, transferem o telefonema para o médico regulador. Esse profissional faz o primeiro diagnóstico da situação iniciando o atendimento com orientações sobre as primeiras ações ao paciente, ou à pessoa que realizou a chamada.

    Ao mesmo tempo, o médico regulador avalia qual o melhor procedimento para o paciente: orienta a pessoa a procurar um serviço de saúde adequado à solicitação; designa uma ambulância de suporte básico de vida, com auxiliar de enfermagem e socorrista para o atendimento no local; ou, de acordo com a gravidade do caso, envia uma ambulância com médico e enfermeiro, equipada com todo suporte de atendimento intensivo.

    O SAMU 192 – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência funciona 24 horas por dia. Basta ligar para 192 e a ligação é gratuita.

    Conheça mais sobre o serviço aqui: http://bit.ly/99hETM

    Atenciosamente,

    Ministério da Saúde
    Para mais informações: fernanda.scavacini@saude.gov.br

    ResponderExcluir